quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Prémio Literário Ruy Belo 2008

O poeta Fernando Guimarães venceu o Prémio Literário Ruy Belo 2008 atribuído pela Câmara Municipal de Sintra, com o livro "Na Voz de um Nome".
Este livro de Fernando Guimarães foi o eleito de entre os 47 títulos concorrentes na categoria de obra poética publicada no biénio 2006/2007 cujo prémio tem o valor de cinco mil euros.

Poeta, ensaísta, crítico literário e tradutor, Fernando Guimarães já recebeu o Grande Prémio de Poesia de 2006 da Associação Portuguesa de Escritores (APE) pela mesma obra "Na Voz de um Nome" (prémio este que já lhe tinha sido atribuído em 1992 pela obra "O anel débil"). A estas distinções pela sua obra poética poética, juntam-se outras como o Prémio D. Dinis (1985), da Fundação Casa de Mateus, Pen Clube (1988), Fundação Luís Miguel Nava (2003) e Prémio Vergílio Ferreira (2006) pela Universidade de Évora.
Fernando Guimarães nasceu no Porto em 1928 e tem publicado regularmente desde a década de 1950, sobretudo poesia, ensaio sobre literatura, poesia portuguesa, e filosofia da arte. Publicou, entre outros, "Casa: o seu desenho" (1985), "As mãos inteiras" (1971), "Tratado de Harmonia" (1988), "A analogia das folhas" (1990) e "Lições de Trevas" (2002).
Traduziu, entre outros, Keats, Byron, Shelley, Dylan Thomas e Hofmannsthal.

1 comentário:

Luís Graça disse...

Um abraço de felicitações ao Fernando Guimarães, uma voz que me habituei a respeitar.