terça-feira, 30 de setembro de 2008

Venha daí essa poesia experimental!


(ideograma da autoria de Ernesto de Melo e Castro)

Depois dos desafios anteriores que mereceram o vosso empenho,
aqui fica mais um para que me enviem, desta vez, poesia visual!
O objectivo é, sobretudo, dar a conhecer a todos os que visitam
este blogue (poetas ou não) os trabalhos de autores que se dedicam
à produção de poesia concreta e visual.
Mas também divulgar algumas experiências
que possam andar por aí "pelas gavetas" ou pelos discos rígidos,
ainda sem oportunidade de espreitar para fora...
Podem enviar-me os vossos trabalhos até 31 de Outubro.
Publicá-los-ei todos na semana seguinte.
Já sabem: o e-mail para onde devem enviar
os vossos trabalhos é: porosidade.eterea@gmail.com
Os que tiverem, enviem-me os endereços dos seus sites e blogues,
para serem aqui divulgados.

3 comentários:

OrCa disse...

Já seguiu viagem o meu pequeno contributo.

E aqui deixo o meu testemunho elogioso por asta arte de bem agitar a pasmaceira acinzentada dos dias.

;-)

Anónimo disse...

Vou meter mãos à obra depois de me inteirar das actuais tendências da poesia experimental.
Luís Pinto

Anónimo disse...

Meu nome é Roberto sou poeta!
tenho diversas obras, mas não tenho oportunidade de mostrar meus trabalhos! vou enviar uma de minha poesias pois acheu interesante o site!