terça-feira, 17 de março de 2009

Poesia à solta em Lisboa

No próximo dia 21 de Março, Dia Mundial da Poesia, o Centro Nacional de Cultura, em parceria com a Carris e com a Escola Superior de Teatro e Cinema, assinala a efeméride com a iniciativa “Poesia à Solta na Cidade”.
Serão lidos poemas de vários escritores portugueses no interior dos eléctricos 28 e 12, durante a manhã, e nos elevadores da Glória e Santa Justa, da parte da tarde.
Durante toda a semana vão estar colocados nos eléctricos e autocarros de Lisboa, em pequenos cartões, que os passageiros vão poder levar consigo, poemas de Fernando Pessoa, Luís Vaz de Camões, Sophia de Mello Breyner, entre outros.

1 comentário:

girassol disse...

Deixo um poema meu que não sou poeta consagrada mas habituei-me a senti-los, aos poetas todos, desta forma expressa.

"o poeta possui a alma de quem quiser tomar-lhe as palavras.

o poeta tem para si só a liberdade de usar o que vê
de usar o que sente
de usar o que tem e o que não tem.

o poeta usa o que é e o que não é
para nos dar de si
para nós, só para nós.
o que somos e o que não somos.

nas palavras dos poetas somos o que queremos ser
sentimos o que queremos sentir
e somos gente o quanto quisermos
nas palavras dos poetas
no coração dos poetas.

trocamos com os poetas
o que as palavras deles parecem dizer
por tudo o que lemos nelas
e nos faz sentir o que queremos ser."

Dias felizes com poesia.