sábado, 12 de julho de 2008

Intensidez Bibliocafé em Évora

O Intensidez Bibliocafé, um novo espaço cultural em Évora, abriu no passado dia 4 de Julho.
O edifício, de natureza industrial, com registos documentados de finais do século XIX, situa-se no centro histórico da cidade de Évora, ocupando uma área de perto de 200 m2, em piso térreo, dividida por duas salas, a primeira ampla e a segunda recatada e intimista.
O Intensidez Bibliocafé é um espaço polivalente que convida à interacção do público ou visitantes com as diversas áreas de actividade cultural, literária e artística, desenvolvidas ou promovidas, pela Editora Intensidez.
A livraria, de índole exclusivamente literária, dispõe de obras seleccionadas, com grande incidência na dramaturgia, poesia e ensaio.
O alfarrabismo, o livro antigo e o raro, detém também uma importante presença no espaço.
O Intensidez Bibliocafé promete, no âmbito dos livros e das literaturas, Tertúlias Literárias; Apresentação de obras com sessões de autógrafos; Conversas à margem do tempo, sobre um livro, um tema; Sessões de leitura; Filo-Cafés; Recitais de Poesia; Declamação e diseur; Seminários; Ciclos de apresentação de obras completas de autor; entre outras iniciativas.
O horário de funcionamento é das 9:00 às 24:00 horas de segunda a quinta-feira e das 9:00 às 02:00 às sextas-feiras e sábados.
E fica na Rua Escrivão da Câmara, 10/10 A, em Évora.

4 comentários:

Luís Graça disse...

Podia ter sido inaugurado em Dezembro, quando eu lá estive...

Anónimo disse...

Tal como o Luís Graça também tive a má sorte de lá ir antes do Natal.
Mas é o caminho. A "livraria" clássica tem que se mostrar, abrir as portas a todos os públicos, para que o livro perca a austeridade da cultura inacessível.
Por aqui apelo aos responsáveis do Intensidez Bibliocafé para não deixarem "arrefecer" o projecto que me parece magnifico.
Muitas vezes há palavras bonitas que o vento leva.
A propósito de palavras; porque teimas em chamar locutor ao Luís Gaspar.
Luís Pinto

Denise disse...

Um local bastante agradável para se ter boas conversas e para se namorarem diversos livros.

Só é pena estar num local um pouco escondido.

Pedro Abêbora disse...

Mas até o mais escondido dos sítios pode ser um grande achado... e este sem sombra de dúvidas que vale a pena. Pelo bom gosto, pela vontade e pelos seus objectivos.