quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Poesia no Frágil

Rua da Atalaia, 126, Bairro Alto - Lisboa

1 comentário:

Luís Graça disse...

Uma iniciativa a saudar. Um local que marcou uma ruptura na vida cultural lisboeta de há 20 anos, agora com um leque de declamadores e poetas que me deixam muita expectativa.
Ontem, no Franco-Português, uma hora de belíssima poesia no Franco-Português com as "Flores do Mal", de Baudelaire.