terça-feira, 17 de julho de 2007

Vítor Silva Tavares & etc



"Resistência é a palavra"
A & etc está quase a fazer 35 anos.
Vítor Silva Tavares faz hoje 70 anos.
Para quem não leu a entrevista a Vítor Silva Tavares da editora & etc publicada ontem no jornal PÚBLICO, feita pela jornalista Alexandra Lucas Coelho, pode lê-la aqui, em versão integral.

2 comentários:

Luís Graça disse...

Li em pleno comboio Algarve-Lisboa, algures no Alentejo. Magnífica entrevista.

Especialmente interessante para ti, Inês, nas bem desenvolvidas opiniões e histórias que ele conta sobre grafismo.

E com "som mental". Nunca estive com ele, mas vi duas vezes a reportagem sobre o Luiz Pacheco, em que ele dá testemunhos muito interessantes e divertidos sobre o Pacheco.

É um homem que me falta conhecer pessoalmente. Não calhou.

Ele e o Jorge Sousa Braga. Saúde-se a nova edição da Assírio e Alvim de "O poeta nu", poesia reunida. Verdadeiramente fundamental e uma das minhas maiores influências poéticas assumidas, tal como digo logo em 2004, no "De boas erecções está o Inferno cheio", da Polvo.

E um grande abraço de agradecimento ao Vasco Santos (Fenda) pela divulgação da obra do poeta ao longo de mais de 20 anos. Com especial destaque no facto das duas edições da Fenda de "O poeta nu" serem bastante baratas.

Cumpri a minha função. Da mais pequenina (formato) comprei entre 10 a 15 exemplares, para dar a amigos.

Este livro da Assírio e Alvim tem um problema. São muitas páginas (mais de 350) e vai dar-se a tendência para começar a descolar e a ficar com o tal picotado.Comigo isso vai acontecer, porque vou pegar nele muitas vezes para ler aos amigos.

Jorge Sousa Braga é um grande poeta português e Mário Viegas declamava maravilhosamente o seu poema "Portugal", incluído em "De manhã vamos todos acordar com uma pérola no cu".

Num dos espectáculos do "Portugal não, Europa nunca", Mário Viegas não estava à espera que alguém da assistência soubesse de quem era o poema.

Eu sabia e disse-o com um ar gozão. O Mário Viegas ficou surpreendido, silenciou uns momentos, depois olhou para mim com ar gozão e ao mesmo tempo apreciativo e disse:" Sim, senhor. Muito bem. Há pelo menos uma pessoa na sala que conhece este poeta".

Anónimo disse...

venha participar em www.luso-poemas.net
seria uma honra

beijinhos de felicidades